Pelo facto dos bebés não terem controlo dos esfíncteres necessitam de usar fralda.


A humidade e o contacto da pele com as fezes e urina podem provocar inflamação dos genitais e nádegas. Esta situação é frequente, porém algumas estratégias podem ser implementadas de modo a prevenir o eritema das fraldas.  


 

A prevenção faz-se sobretudo através da higiene! Assim sendo a fralda deve ser mudada sempre que se encontre suja e em seguida a pele tem que ser limpa.


As toalhitas de limpeza até podem parecer muito práticas, mas na verdade contêm químicos que podem lesionar a pele do bebé. Recomenda-se a sua utilização apenas em situações esporádicas (um passeio pelo jardim, pelo centro comercial, etc).

É preferível que após cada muda de fralda a pele seja lavada com água corrente (a utilização do lavatório da casa de banho é uma óptima opção) e sabão (por exemplo o sabonete de glicerina, cujo preço é acessível, tem pH neutro e o cheiro é super agradável). Importante relembrar que é necessário secar muito bem a pele, principalmente as pregas!


A utilização de pomadas à base de óxido de zinco criam uma barreira protectora para a pele, evitando assim o seu contacto directo com a humidade e prevenindo lesões. A sua aplicação deve ser feita somente depois de lavar a pele.


Claro que todos os pais querem o melhor para o seu bebé! Cuidar da pele coberta pelas fraldas é rápido e até económico. E certamente mais fácil do que tratar um eritema! 

publicado por Ovócito às 14:01